Agravamento das expectativas

A cada semana a expectativa sobre a evolução da economia brasileira piora conforme mostra o quadro abaixo com os dados da pesquisa semanalmente publicada pelo BCB (Banco Central do Brasil).

Nele temos a tendência de variação em relação à semana anterior (indicação das flechas) de alguns indicadores para os próximos 5 anos, bem como as estimativas feitas para o mesmo período em 2013 e 2014.

Veja que se os analistas estiverem certos, viveremos os próximos 5 anos com taxas de inflação acima do centro da meta de 4,5% ao ano, taxa de câmbio superior a R$ 3,20 e juros básicos altos acima de 10% ao ano.

Isso afetará negativamente o bolso dos consumidores e o custo/despesas das empresas com reflexos sobre demanda e investimentos. Por decorrência, a evolução média do PIB (Produto Interno Bruto) dos próximos 5 anos será de apenas + 1,3% ao ano ou 0,6% per capita. O problema é que o cenário em 2015 e 2016 é mais grave.

Portanto, é fácil prever o agravamento da tensão social, sentimento de irritação, descrédito e inércia dos agentes econômicos. O desafio é antever qual e quando ocorrerá o fato novo que mude completamente esta tendência, pois o país não resistirá à tamanha pressão por tanto tempo!

Agravamento das Expectativas

BAIXAR O ARQUIVO


Artigos Recentes
Arquivos